Italeri
Product ID: 4127
Product SKU: 4127
T-33A Shooting Star - 1/72 - Italeri 1444

T-33A Shooting Star - 1/72 - Italeri 1444

Estoque: 0 Marca: Italeri Referência: 1444


Não disponível

Enviar
Avise-me quando estiver disponível

Kit para montar fabricado na Itália pela Italeri na escala 1/72. Não contém o material para montagem (cola, massa putty e tinta). Imagens e fotos meramente ilustrativas. Aparência e características do produto dependem de como ele é montado.

Opções de decalque:
- USAF, s/n 570590, 5th Fighter Interceptor Squadron, Minot AFB, North Dakota, 1978;
- (cover), 
USAF, s/n 570590, 5th Fighter Interceptor Squadron, Minot AFB, North Dakota, 1978, (variant);
- JB-398, Luftwaffe, Jagdgeschwader 72, 1st Staffel, Leck AB, 1960
;
- AMI, MM 51-17488 (36-67), 36° Stormo, 636ma Squadriglia, Gioia del Colle AB, 1960;
- Armée De L'Air, Groupement Ecole 314, Tours AB, 1962;
- Ejercito De L'Aire, 41° Grupo De Fuerzas Aéreas, Saragoza, 1975;
- Polemikí Aeroporía, 342nd Mira, Tanagra AB, 1996.


O Lockheed T-33 Shooting Star é um avião militar monomotor a jato norte-americano, com capacidade para dois ocupantes em tandem, muito utilizado em missões de instrução. Voou pela primeira vez em 22 de março de 1948 e foi fabricado até 1959. Foi desenvolvido a partir do F-80/P-80, após ter a fuselagem esticada para receber dois ocupantes. Foram produzidas 6.557 unidades. A última unidade só foi retirada de serviço em 31 de julho de 2017, pela Fuerza Aérea Boliviana. A FAB (Força Aérea Brasileira) operou 58 AT-33 entre 1956 e 1975, principalmente como avião de treinamento avançado. Um desses aviões, de prefixo FAB 4325, pilotado pelo aspirante Alfredo Malan d'Dagrogne, ficou famoso ao se chocar com o Piper Aztec, prefixo PP-ETT, do governo do Ceará, que transportava o então presidente Humberto de Alencar Castelo Branco no dia 18 de julho de 1967, na região de Fortaleza (CE). O Aztec estava no circuito de tráfego enquanto uma esquadrilha com 4 T-33 havia acabado de decolar em uma missão de instrução avançada. Uma das asas de um dos T-33, o FAB 4325, arrancou os estabilizadores do Aztec e perdeu o tanque de combustível auxiliar desta asa. O T-33 pousou seriamente avariado na Base Aérea de Fortaleza após o acidente e Malan foi levado a um hospital militar, já o Aztec fez um pouso forçado, mas o marechal Castelo Branco perdeu a vida, sendo que apenas um dos ocupantes do bimotor sobreviveu, o co-piloto Emílio Celso Chagas. Há diversos exemplares do T-33 expostos no Brasil, incluindo um no Musal, no Rio de Janeiro.

Número de peças: 58
Idade mínima: 14 anos

Comprimento: 16 cm
Envergadura: 16,5 cm
Cores de referência: 4677AP, 4678AP, 4682AP, 4695AP, 4709AP, 4726AP, 4763AP, 4765AP, 4768AP e 4862AP

Nível: 3

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


    Confira também