Italeri
Product ID: 3243
Product SKU: 3243
New In stock />
TOP GUN F-14A vs. A-4F - 1/72 - Italeri 1422
Destaque Lançamento

TOP GUN F-14A vs. A-4F - 1/72 - Italeri 1422

Estoque: 1 Marca: Italeri Referência: 1422


De R$ 399,90
Por:
R$ 305,90
Economize  R$ 94,00

R$ 290,61 à vista com desconto
ou 10x de R$ 30,59 Sem juros
/ 1
Simulador de Frete
- Calcular frete

Kit para montar fabricado na Itália pela Italeri na escala 1/72. Não contém o material para montagem (cola, massa putty e tinta). Imagens e fotos meramente ilustrativas. Aparência e características do produto dependem de como ele é montado.

Detalhes do kit:
Kit feito com peças de plástico cinza e transparente. São três árvores para montar o F-14A, sendo uma com peças transparentes, e outras três para montar o A-4E, sendo uma com peças transparentes. Não contém as figuras dos pilotos.

Opções de decalque:
- U.S. Navy F-14A Tomcat, VF-1, Lt. Pete "Maverick" Mitchell - Lt. Nick "Goose" Bradshaw, NAS Miramar, California, 1986;
- U.S. Navy Douglas A-4E Skyhawk "55", Cdr. Mike "Viper" Metcalf, NAS Miramar, California, 1986.


Concebido para operar em porta-aviões, o Grumman F-14 Tomcat é um caça bimotor com asas de geometria variável desenvolvido no final da década de 1960 e início da década de 1970 para substituir os McDonnell Douglas F-4 Phantom II na US Navy, a Marinha dos Estados Unidos. O protótipo voou pela primeira vez em 1973. Foi retirado de operação pela US Navy em 2006. Ficou famoso por aparecer no filme "Top Gun", estrelado por Tom Cruise e lançado em 1986. O A-4 Skyhawk foi desenvolvido na década de 1950 pela Douglas como aeronave naval leve de assento único e grande capacidade de manobra. O projeto era muito eficaz e isso é provado por sua longa e eficaz carreira de serviço e sucesso comercial em todo o mundo, pois foi utilizado por diversas forças aéreas. A U.S. Navy (Marinha dos EUA) utilizou o Skyhawk até 2003 em diversos teatros de operação. A versão A-4F recebeu uma "corcunda" na parte superior da fuselagem para colocar aviônicos, spoiler de asa para reduzir a rolagem, além de motor mais potente, e ficaram conhecidos como "Camel". Devido ao seu pequeno porte podia operar nos porta-aviões da Segunda Guerra Mundial. A aeronave também foi utilizada pelos Blue Angels (Esquadrão de Demonstração Aérea da U.S. Navy) entre dezembro de 1974 e novembro de 1986, quando foi substituída pelo F-18. Atualmente, é comum ver estas aeronaves em museus norte-americanos e em shows aéreos nos Estados Unidos com matrículas civis. O Brasil adquiriu um lote de 23 Skyhawk, sendo 20 do modelo A-4KU (monopostos, designados pela Marinha como AF-1) e 3 TA-4KU (bipostos e designados pela Marinha como AF-1A) do Kuwait em 1998, que ainda são operadas pela Marinha. Doze aeronaves estão sendo modernizadas pela Embraer e devem voar até 2025. Estes aviões participaram da operação Tempestade no Deserto, durante a Guerra do Golfo, em fevereiro de 1991. Esta foi a última versão do Skyhawk, que teve 30 unidades fabricadas para o Kuwait. Foram fabricadas 2.960 aeronaves entre 1954 e 1979. Os melhores pilotos da Marinha americana participaram de aulas de combate na famosa Fighter Weapon School, mais conhecida como "Top Gun". Os pilotos de F-14 podiam refinar suas técnicas de voo com os A-4 Skyhawk e F-5 Tiger II usados para simular as características de voo dos MiG soviéticos.

Número total de peças (dos 2 kits): 130

F-14A
Número de peças: 85
Idade mínima: 14 anos

Comprimento: 26,52 cm
Envergadura: 16,97 cm

Nível: 3

A-4F
Número de peças: 45
Idade mínima: 14 anos
Comprimento: 18 cm
Envergadura: 11,5 cm
Nível: 3

Cores de referência: 4643AP, 4679AP, 4726AP, 4768AP e 4769AP

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


    Confira também